quarta-feira, 18 de maio de 2011

MOLOQUE, MOLOCH, MALCOM, MILCOM, MOLEQUE





Os ritos pagãos eram muitas vezes barba­ramente cruéis. Referiamo-nos principalmente à práti­ca de oferecer sacrifícios humanos: e essa prática, se­gundo a história antiga, parece ter sido universal. Não é conhecida a data em que essa abominação foi introduzida, mas, sem dúvida, foi pouco depois do princípio do mundo. Os cananeus, há 3300 anos, a praticavam, oferecendo seus filhos aos ídolos de Canaã,especialmente a  Moloque (13). Foi evidentemente este um dos crimes pelos quais o Todo-poderoso mandou destruir aquele povo: "Não darás ne­nhum de teus filhos para ser consagrado ao ídolo Molo­que... porque todas estas execrações cometeram os habi­tantes desta terra, que foram antes de vós, e com elas a contaminaram. Vede, pois, não suceda... como ela vomi­tou a gente que houve antes de vós, vos vomite também a vós, se fizerdes outro tanto" (14).
É necessário explicar que a expressão usada nas nossas Bíblias, "consagrar os filhos ao ídolo Moloque quer dizer queimar as crianças em honra dessa divindade (15). Sobre este ponto não há dúvida. Moloque, Moleque, Malcom ou Milcom, como chamado, era o planeta Saturno divinizado. O seu culto existia principalmente entre os primitivos habi­tantes de Canaã, e entre os amonitas, fenícios e cartagineses.



  Na Wikipédia - Moloque

 

  Moloch ou Moloque, conforme os textos bíblicos, é o nome do deus ao qual os amonitas, uma etnia de Canaã (povos presentes na península arábica e na região do Oriente Médio), sacrificava seus recém-nascidos, jogando-os em uma fogueira. Também é o nome de um demônio na tradição cristã e cabalística.

Segundo as escrituras os povos amorreus por volta de 1900 a.C. adoravam a Moloque. Há quem diga que nos rituais de adoração havia atos sexuais e sacrifícios de crianças. Estas eram jogadas em uma cavidade da estátua de Moloque, onde havia fogo consumindo assim a criança viva[1]. Ele era, ao mesmo tempo, um fogo purificador, destruidor e consumidor. A aparência de Moloque era de corpo humano com a cabeça de boi ou leão, no seu ventre havia uma cavidade em que o fogo era aceso para consumir sacrifícios. Muitos povos adoravam a Moloque porém com o fortalecimento do povo Hebreu e de outros reinos, estes povos foram desaparecendo, deixando o costume de adoração a Moloque.

  Pelas ordens de Deus dadas ao povo hebreu através de Moisés, era proibido, expressamente, a adoração a Moloque, bem como também o sacrifício de crianças a ele, sendo este severamente punido (Lv 20,2-5).

Moloque era conhecido também com Malcã.

  Os gregos antigos identificaram este deus cananeu, adorado pelos cartagineses com sacrifícios de bebês, com Cronos[2].





Pesquisador: Pastor Charles Maciel Vieira

20 comentários:

  1. Moloque era um cara da horinha...

    ResponderExcluir
  2. joelantiqueira@yahoo.com.br25 de julho de 2012 09:52

    QUAL E OS SACRIFICIOS HOJE NO CRITIANISMO,E FASER DA PESSDOA OM ZERO A ESQUERDA E SE COLOCAR COMO O DONO DA VERDADE,ISSO ACONTESCE COM FRECUENCIA NAS INSTITUIÇOES RELIGIOSA CRAMADA CRISTÁS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. volta pra escola, melhor, nasce de novo porque voce nao aprendeu nada.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Os pagãos sacrificaram crianças vc a língua portuguesa! É latim isso aí???

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Na internet, tudo o que começa ou contém WIKI (como WIKIpedia, WIKIcionário, etc.) indica que o conteúdo é fornecido e pode ser alterado por qualquer um na internet.

    Assim, segue abaixo um trecho que consta da página de discussão do WIKIcionário:

    A associação da palavra "moleque" ao deus "Moloch" é seguramente equivocada. Bom proteger os leitores de erros desse tipo. O termo é de origem africana - http://palavraseorigens.blogspot.com.br/2012/07/ah-moleque.html - e a coincidência fonética entre "moleque" e "Moloch" ou "Moloque" não justifica a atribuição etimológica. (Gabriel Perissé - www.perisse.com.br)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Gabriel Perissé, vamos a alguns conteúdos: Segundo o Wikipedia, a palavra muleke tem origem na língua africana Kimbundo. E que em português é escrito moleque, cuja palavra e designada á um menino ou criança que anda vadiando e fazendo diabruras pela rua. Nossos dicionários remetem sempre para criança, menino, garoto, pequeno. Já o Dicionário Bíblico Universal remete a palavra moleque para Moloque.

      Moloque na Bíblia era o deus do fogo dos amonitas, como Camos era dos moabitas. Sacrifícios humanos e provas de fogo eram alguns dos meios que se empregavam para tornar propícia aquela divindade. Os israelitas foram avisados contra este culto com ameaças de terríveis castigos. Aquele que oferecesse o seu filho a Moloque devia ser morto por apedrejamento conforme podemos ler em Levítico 18:21; 20:2 a 5.

      Espero ter explicado um pouquinho

      Obrigado pelo comentário


      Pr.Charles Maciel Vieira

      Excluir
  5. simplismente o povo quer ficar cego pois ninguem quer abrir mao de seus desejos ou ate mesmo lutar contra eles.
    e maes facil desistir de lutar do que continuar lutando mas se esquece o homem que a palavra de Deus e fiel e tudo a de se cumprir para sua gloria e a nos nos cabe apenas saber que os que permanecerem fies serao agraciados com a sua gloria a gloria unigenta do seu filho morando no seu santo templo para sempre mas tambem existe a recompensa dos cegos dos surdos e dos mudos desse seculo e do pasado que receberao sua recompensa no lago de fogo ardente para sempre com stanas maloque muleque quem quer que seja para sempre

    ResponderExcluir
  6. nossa só podia ser na linguá portuguesa chamar as crianças com nome diabólico dizem que nome exerce poder sobre pessoas que infroencia estamos fritos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei dessa, pois: "INFROENCIA estamos FRITOS!!!". Abraço.

      Excluir
  7. Quemos, deus dos moabitas é o mesmo moloque dos amonitas?? luizcfbarboza@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Vai pagar para ver? então então aguenta as consequências.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria, paz seja contigo. Em que podemos lhe ser útil nessa postagem ou em nosso Blog? Aguardo sua resposta. Paz em Jesus seja contigo.

      Excluir
  9. meu Deus q horror!!!! Ouvi dizer q a adoração a esse moloque ainda existe... infelizmente....

    ResponderExcluir
  10. Está certo, como no tempo antigo ouve o deus moloque que os cananeus ofereciam seus proprios filhos para saacrificio, e com isso trouxeram a ira do Deus vivo contra eles, bom acho que aprendi que derivado de moloque jamais vou chamar meus amigos ou parentes de muleque pois foi um nome dado a um deus ediondo e podre, Graça e paz

    ResponderExcluir
  11. Hebraico(molech) Português(moloque), sinceramente? Trabalho com crianças, e quando aprontam profetizo que são umas bênçãos, assim não corro o risco de amaldiçoá-las, mas sim de abençoá-las.

    ResponderExcluir
  12. O que chama minha atenção é que todos Deus que é tido como pagão tem nome
    Próprio, e o Deus que é tido como o Deus verdadeiro não se sabe o seu como
    Pode-me responder?

    ResponderExcluir