segunda-feira, 27 de março de 2017

Pastor Paul Washer tem melhora clínica e deve receber alta hospitalar em breve


Por Tiago Chagas

O ataque cardíaco sofrido pelo pastor e escritor Paul Washer no começo desta semana representou um sério risco, já que foi necessária uma cirurgia para desobstrução de uma artéria. Mas agora, ele se recupera bem e deverá ser liberado em breve.

Paul Washer, renomado pregador internacional, sofreu um infarto na última segunda-feira, 20 de março, e foi socorrido às pressas a um hospital. Os médicos responsáveis pelo atendimento consideravam grave seu estado de saúde, e enxergavam risco de morte.

Kevin Hite, um diretor do ministério fundado e liderado por Paul Washer, HeartCry Missionary, informou, no entanto, que o pastor poderá receber alta já neste final de semana: “Eu suspeito que ele vá sair nos próximos dias. Eu estive com ele há alguns minutos”, disse, em entrevista ao portal The Christian Post.

“Nenhum médico esperava, com base em sua saúde, que ele sofresse um ataque cardíaco”, acrescentou Kevin Hite.

Na manhã da última quarta-feira, 22 de março, a página do ministério no Facebook acalmou os internautas que acompanham as atividades através da rede social e que vinham manifestando solidariedade ao pastor e reiterando o estado de oração.

“Estamos muito felizes em relatar que Paul está muito melhor hoje! Ele ainda está um pouco cansado devido à provação que passou, mas está melhorando”, dizia o texto.

Há aproximadamente dois meses, Paul Washer relatou um problema de saúde durante sua participação na Conferência G3 2017, realizada em janeiro na cidade de Atlanta, Geórgia (EUA). No entanto, o pastor não especificou o que tinha sentido.

“Antes de tudo, gostaria de dizer que é um tremendo privilégio estar aqui e louvo a Deus por isso. Eu preguei na Costa Oeste na semana passada e quando eu estava voltando para casa, comecei a ficar muito doente”, contou o pastor.

“Hoje foi o primeiro dia em que eu saí de casa depois de quatro dias, eu deveria estar aqui ontem, mas eu tive que cancelar meu voo e eu acordei esta manhã e por volta das 02h00 da manhã. Pensei comigo mesmo: ‘Bem, logo que amanhecer, vou chamar o pastor White e dizer-lhe que não há como eu participar”, acrescentou.

Porém, quando acordou, sentiu que Deus havia intervido na situação, dando a ele condições de ir ao evento e pregar.

Esse episódio foi comentado por Kevin Hite na entrevista ao Christian Post: “Eu não sei o que teria causado especificamente… ele teve um ataque cardíaco. Havia algum bloqueio em uma artéria do coração. Pode ou não ter alguma relação, mas não há como dizer que aquilo era indicativo ou de alguma forma um precursor [para um ataque cardíaco]”.

“Ele tem uma série de problemas, dores particularmente crônicas e isso não é segredo para ninguém. Mas ele teve algumas questões totalmente independentes depois disso. O ataque cardíaco foi uma surpresa completa”, finalizou o diretor.


domingo, 26 de março de 2017

CANTORA CRISTÃ COM CÂNCER TERMINAL SE DESPEDE DA VIDA LOUVANDO - ISTO É VIDA COM FÉ EM DEUS



A cantora Bola Taylor que sofre de um câncer incurável, fez sua apresentação de despedida, agradecendo a Deus por tudo o que viveu.

Sabendo que lhe restavam poucos dias de vida e que não havia nenhum tratamento a ser feito e qualquer esperança de cura, a cantora Bola Taylor realizou sua última apresentação louvando a Deus apesar de seu delicado estado de saúde, publicou Huffington Post.

“Sinto uma paz inexplicável que somente Deus pode dar, e Ele deu com abundância. Ele me tem guardado e me permitiu entrar na ‘fase aceitação’ sem sofrimento”, escreveu Taylor em seus facebook. “Eu disse aos médicos que há uma opção para minha cura, se chama ‘milagre’. Se o Senhor decidir me curar, eu não tenho dúvida que Ele pode fazê-lo”.

“Sei pra onde vou. Certifique-se que você também vá”, escreveu na rede social.

Taylor serviu com seu esposo como missionários no Japão durante 20 anos e fundaram o Ministério Halleluijah Gospel Family com objetivo evangelístico.

“Minha oração sempre foi: que eu viva de acordo com os planos de Deus. Oro para que seja assim até que eu morra, e com isso, mostrarei às pessoas a confiança que elas podem ter em Jesus Cristo como seu Redentor. Ele preparou um lugar para mim e agora estou me preparando para esta viagem de primeira classe, rumo a glória. Estou emocionada!”, acrescentou.

A cantora lutou contra o câncer até o ano de 2015, e Deus a tomou para si.


Notícia copiada do site pulpitocristao.com



segunda-feira, 20 de março de 2017

CURSO CAPELANIA CRISTÃ - RIO DAS OSTRAS-RJ - 15/04/2017 - ABRIL 2017


CURSO CAPELANIA CRISTÃ - RIO DAS OSTRAS-RJ - 15/04/2017
28ª TURMA DE CAPELANIA


LOCAL: IGREJA EVANG. PROJETO DE DEUS
RUA CHUVA DE PRATA, Nº49 
BAIRRO ANCORA - RIO DAS OSTRAS-RJ


DATA: 15 DE ABRIL DE 2017 - SÁBADO
HORÁRIO: DAS 14 HORAS ÀS 22 HORAS
INVESTIMENTO: R$ 65,00
OBS. LEVAR UMA FOTO 3X4 / CÓPIA DO RG E CPF / SERÁ PREENCHIDA UMA FICHA DE MATRICULA NO DIA.


APOSTILA ENCADERNADA
DIPLOMA DE CAPELÃO
ATA NOMEAÇÃO CAPELÃO
CREDENCIAL DE CAPELÃO


DIDÁTICA:
- CAPELANIA HOSPITALAR
- CAPELANIA PRISIONAL (CARCERÁRIA)
- CAPELANIA MILITAR
- CAPELANIA ESCOLAR
- DEPENDENCIA QUIMICA


MINISTRANTE: Pr. Charles Maciel Vieira, D.Th.
CONTATO: (22) 99746-0635 
CONTATO: (22) 99752-1680 MISSIONÁRIA LUCIANE


Pr. Charles Maciel Vieira, D.Th.

sexta-feira, 3 de março de 2017

CURSO CAPELANIA CRISTÃ - MACAÉ-RJ - 18/03/2017 - MINISTÉRIO GILEADE MACAÉ


CURSO CAPELANIA CRISTÃ - MACAÉ-RJ - 18/03/2017
27ª TURMA DE CAPELANIA


LOCAL: MINISTÉRIO GILEADE MACAÉ
AV. EVALDO COSTA, Nº1.100 
BAIRRO RIVIERA FLUMINENSE - MACAÉ-RJ
(OBS. ANTIGA AVENIDA AYRTON SENNA)


DATA: 18 DE MARÇO DE 2017 - SÁBADO
HORÁRIO: DAS 14 HORAS ÀS 22 HORAS
INVESTIMENTO: R$ 65,00
OBS. LEVAR UMA FOTO 3X4 / CÓPIA DO RG E CPF / SERÁ PREENCHIDA UMA FICHA DE MATRICULA NO DIA.


APOSTILA ENCADERNADA
DIPLOMA DE CAPELÃO
ATA NOMEAÇÃO CAPELÃO
CREDENCIAL DE CAPELÃO


DIDÁTICA:
- CAPELANIA HOSPITALAR
- CAPELANIA PRISIONAL (CARCERÁRIA)
- CAPELANIA MILITAR
- CAPELANIA ESCOLAR
- DEPENDENCIA QUIMICA


MINISTRANTE: Pr. Charles Maciel Vieira, D.Th.
CONTATO: (22) 99746-0635
CONTATO: (22) 99719-0888 CAPELÃO LUCIO ANDRÉ


Pr. Charles Maciel Vieira, D.Th.


domingo, 19 de fevereiro de 2017

CURSO CAPELANIA MACAÉ - 18/03/2017 - MARÇO/2017



CURSO CAPELANIA CRISTÃ - MACAÉ-RJ - 18/03/2017
27ª TURMA DE CAPELANIA



LOCAL: MINISTÉRIO GILEADE MACAÉ
AV. EVALDO COSTA, Nº1.100 
BAIRRO RIVIERA FLUMINENSE - MACAÉ-RJ
(OBS. ANTIGA AVENIDA AYRTON SENNA)



DATA: 18 DE MARÇO DE 2017 - SÁBADO
HORÁRIO: DAS 14 HORAS ÀS 22 HORAS
INVESTIMENTO: R$ 65,00
OBS. LEVAR UMA FOTO 3X4 / CÓPIA DO RG E CPF / SERÁ PREENCHIDA UMA FICHA DE MATRICULA NO DIA.



APOSTILA ENCADERNADA
DIPLOMA DE CAPELÃO
ATA NOMEAÇÃO CAPELÃO
CREDENCIAL DE CAPELÃO



DIDÁTICA:
- CAPELANIA HOSPITALAR
- CAPELANIA PRISIONAL (CARCERÁRIA)
- CAPELANIA MILITAR
- CAPELANIA ESCOLAR
- DEPENDENCIA QUIMICA



MINISTRANTE: Pr. Charles Maciel Vieira, D.Th.
CONTATO: (22) 99746-0635
CONTATO: (22) 99719-0888 CAPELÃO LUCIO ANDRÉ




Pr. Charles Maciel Vieira, D.Th.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

NOTÍCIA: MANUSCRITOS DE QUMRAN - ISRAEL DESCOBRE A 12ª CAVERNA


A Universidade Hebraica anunciou quinta-feira a descoberta de uma nova caverna que abrigava a Manuscritos do Mar Morto, um dos "mais importantes descobertas" sobre estes escritos famosos desde a sua descoberta há sessenta anos. 

Estes textos, que datam do século 3 aC ao século 1 dC, são um conjunto de quase mil pergaminhos principalmente em hebraico, e também em aramaico e grego, entre os quais muitos livros do Antigo Testamento. Eles são os mais antigos manuscritos conhecidos da Bíblia hebraica. 

Até agora, os arqueólogos estabelecido que os manuscritos encontrados por um pastor beduíno no noroeste do Mar Morto entre 1947 e 1956, perto do sítio arqueológico de Qumran, tinha sido armazenado em 11 cavernas. 

"Esta descoberta de uma caverna 12 pode revolucionar a informação que temos sobre os manuscritos do Mar Morto", disse à AFP Oren Gutfeld, arqueólogo do Instituto de Arqueologia da Universidade Hebraica de Jerusalém, responsável pelas escavações. 

Localizado a oeste de Qumran na ocupada Cisjordânia, a caverna não contém manuscritos, mas ampla evidência de sua presença antes foram encontrados, incluindo fragmentos de cerâmica em que foram colocados e tiras de couro em torno deles, tem disse o arqueólogo. 

As cavernas que continham manuscritos foram em grande parte saqueados nos anos de 1950. Marcas de escavações deste período, foram encontradas na caverna, afirmando que ela tinha tido o mesmo destino, de acordo com um comunicado da Universidade Hebraica. 

"Esperamos encontrar outras cavernas que contenham manuscritos, como parte da operação lançada pela Autoridade de Antiguidades," que realiza escavações nas cavernas do deserto da Judéia, onde o Mar Morto está localizado, disse Mr. Gutfeld. 

Muitos especialistas acreditam que os manuscritos do Mar Morto foram escritos pelos essênios, uma seita judaica dissidente, que havia se retirado para o deserto. Outros pensam que eles podem vir de bibliotecas do Templo Judaico, em Jerusalém e bibliotecas privadas devem ser armazenados em cavernas na abordagem dos romanos que destruiu o Templo em 70 dC 

A a maior parte dos 900 manuscritos descobertos em Qumran são mantidos no Santuário do Livro, no Museu de Israel em Jerusalém.


(OBS. TEXTO TRADUZIDO DO FRANCES)


terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

OS PRIMOS E OS IRMÃOS

 
  Convivendo em família, primos e irmãos são estruturas de nossa infância, e não existe nada tão marcante quanto essa convivência e suas travessuras infantis. Quando se cresce, acaba cada um indo para um lado, porque a vida segue e a geografia da vida não junta todos no mesmo quintal. Primos e irmãos são relevantes e no intimo são todos irmãos.
  Mudando de assunto, existe algo que dói e constrange muito, e em pleno século 21, dentro daquilo que deveria ser um entranhamento harmonioso, termos ainda, dentro do mundo chamado evangélico, "primos e irmãos". Talvez alguém não conheça a história, mas em tempos antigos, e talvez não tão antigo, algumas denominações protestantes (interprete isso), consideravam pessoas de outras denominações não como "irmãos" em Cristo, mas como "primos" em não sei o que. O pastor batista Ed Rene Kivitz, em uma de suas ministrações, disse que "Deus tem cada filho" em nosso ambiente evangélico que a gente chega a tomar um tipo de "susto" psicológico.
  Eu não tenho "primos", eu tenho IRMÃOS, filhos gerados pelo mesmo PAI, por nosso Deus. Meus irmãos de qualquer denominação evangélica são irmãos. Será que até isso tinha de ser explanado em pleno século 21? Temos mentes abitoladas? 
  Eu sei que existem diferenças de doutrinas secundárias e terciárias, mas a doutrina de base, a primária, é uma só. Eu sei que existem diferenças de costumes e liturgias, mas não vejo, não consigo ver ou entender a priorização de uma denominação como se fosse "tão altamente perfeita" acima de outras. Arrazoemos, vamos nos assentar e ver o grau de assimilação doutrinária. Vamos verificar essa tão grande "diferença". 
  Vou contar um segredo, não espalha, eu descobri que quando patriarcas e matriarcas partem, não estão mais aqui, tudo desanda, e normalmente a família "põe pra quebrar", onde tudo muda, onde o que não podia fazer, acaba sendo feito, e isso eu estou falando de coisas internas da IGREJA instituição. Ou a mentalidade se abre numa visão integral, ou algo da "carne" é exposto, tipo "jogaram no ventilador", "chutaram o balde", derrubaram o "pau da barraca", ou mudaram para melhor? Ou o que era considerado pecado não é mais pecado? Deus mudou? Deus estava equivocado? NÃO, Deus não mudou, pois o que estava sendo regido, obrigado, imposto, eram coisas dos homens. Homens querendo dominar e manipular homens, e quanta gente pensou que era Deus. Chega de falar sobre "besteirois"humanos. Seja metodista, batista, presbiteriano, assembleiano, congregacional, iurd, bola de neve, ou qualquer outra cuja doutrina de base, doutrina primária seja a mesma, EU NÃO TENHO PRIMOS, EU TENHO IRMÃOS!!!


Pr. Charles Maciel Vieira, D.Th.   

domingo, 5 de fevereiro de 2017

O QUE ME VICIA - Pr. Charles Maciel Vieira, D.Th.

  
  O vício denota algo que é pedido pelo corpo, pelos nervos, como uma química que o corpo está acostumado, uma química entranhada, e o corpo sempre pede mais, nunca estando satisfeito. O que manda e comanda o corpo é a "alma", que também, por agora, podemos chamar de "cérebro", que caso falte a química, inutilizará todo corpo através de uma sintomatologia. A inutilização corporal faz-se de estágio em estágio, o que pode desmoronar como um "inferno" pessoal. Primeiro, o raciocínio começa a falhar, afinal, a "birra" do cérebro é porquê o mesmo não recebeu sua química, existe ausência, então o pensamento falha, e as coisas organizadas começam a perder o equilíbrio, uma sudorese, com temores e tremores na visão, pois a abstinência provocará vários delírios da alma. A pessoa começa a enxergar o que o cérebro quer mostrar, sendo uma luta injusta, onde a imaginação é resultado de todo um conjunto de fatores, tendo o sistema nervoso como base que afeta o corpo, e afeta a alma. Um desequilíbrio de humor, uma tristeza sem motivo, uma cabeça que quer explodir, a qualquer momento.

  O salmista Davi, na Bíblia, retrata essa pertubação interna, em um momento angustiante: "Tem misericórdia de mim, Senhor, porque sou fraco; sara-me, Senhor, porque os meus ossos estão perturbados" (Salmos 6.2). A perturbação de Davi, mostra uma pressão de ordem psicossomática, onde os "ossos" são sentidos como um incomodo neural, onde Davi diz: "Até a minha alma está perturbada" (Salmos 6.3), "livra a minha alma", "estou cansado do meu gemido", ... apresentando um ambiente de pânico, com falta de um equilíbrio emocional, psicológico.

  Invertendo a polaridade, onde o "vício" denota algo "negativo", iremos encontrar um polo "positivo", onde o vício perdido, foi a estabilidade, o emprego, a confiança, e isso com o acompanhamento rescisório de uma decepção emocional, ministerial, familiar, onde o "mundo", seu mundo, desaba sem aviso, onde o "vício" era somente ser feliz, tentar ser feliz, querer ser feliz, coisa, no agora, impossível, quebrado, leite derramado. E Davi pergunta: "Senhor, até quando?" (Salmos 6.3), como a dizer "preciso de ajuda", "preciso de compreensão", "a igreja não me entende", "a família é omissa", e então algo de NOVO acontece. O NOVO é que Davi se esforça e ora a Deus, abre sua alma para toda atividade Divina, e Davi diz: "O Senhor já ouviu a minha súplica; o Senhor aceitará a minha oração" (Salmos 6.9). "...Num momento", tudo muda, aqui nesta existência, tudo entra em equilíbrio novamente, para melhor, na PRESENÇA DE DEUS!


Pr. Charles Maciel Vieira, D.Th.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

O QUE ME OPRIME


Quando usamos o verbo "oprimir", temos um consenso religioso de que algo de origem maléfica pode estar se desencadeando, ou surgindo. Dentre os significados, podemos apontar "carregar ou sobrecarregar com grande peso". O trabalho árduo nos oprime, faz cansar a mente, o corpo, trazendo um estresse, uma fadiga, uma vontade de haver um ponto final em todo esse processo. O apóstolo Paulo falou sobre, ponderando da seguinte maneira: "Além das coisas exteriores, me oprime cada dia o cuidado de todas as igrejas" (2 Coríntios 11.28). Outra colocação para "oprimir", é estar "atribulado", onde Paulo diz: "Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados" (2 Coríntios 4.8). Se formos ver o contexto do que Paulo passava, sendo uma pessoa com vida sem mácula, teremos uma lista bem extensa: trabalhos, fadigas, vigílias forçadas, jejuns (jejum forçado), frio (sem agasalho adequado), nudez (falta de roupa), pedrada na cabeça (em nome da fé em Jesus), apanhou (igual um criminoso merecedor), e parando aqui, prisões (por causa de não negar o Evangelho de Jesus). Mas o que mais OPRIMIA nosso irmão Paulo, era a tal da "igreja", pois o que foi citado são chamados de "coisas exteriores". Paulo está aqui hoje, e não tem onde esconder seus olhos de tanta presepada "gospel". Vou citar o que me OPRIME, na igreja contemporânea:


01 - Falta do ensino da Palavra de Deus. Ensinam e falam qualquer besteira e asneira, e deixam a Palavra de Deus de lado. Existe tanto de Deus, da palavra de Deus para pregar, ensinar, tendo seminários para aprender e compreender a Palavra de Deus, mas não dão valor, não querem aprender, pois "já sabem tudo". Que vergonha, que oprimissão;


02 - Falta de ensino da Palavra de Deus (Parte 2). As almas que chegam agora, os novo crentes, aprendem uma variedade de modismos, ensinamentos sem base na Bíblia. Aprendem a "determinar", "profetizar", "visão", "revelação"(não é a revelação da Palavra), "triunfalismo humano", "músicas de afronta", "pregações de afronta", "palavras ou gritos de ordem", "contextos espirituais estranhos ao ensinamento bíblico", e uma mazela de costumes estranhos e desorientados: adivinhação através da Bíblia (Bibliomancia); apologia ao "monte"; apologia ao "vale"; apologia àquilo que é "tremendo"; ou seja, "morte na panela".


03 - Falta de discipulado. O discípulo é um aluno, que precisa aprender mais da Palavra, da vontade de Deus através da Palavra. Há pessoas que já são obreiros no nosso mundo evangélico, e não tem a consciência de que precisam aprender mais. Foram mal ensinados, ou aprenderam na "marra", na necessidade da "obra", fazendo conforme viam os outros fazerem, orando conforme viram pessoas orarem, e pasmem, tais pessoas não estão abertas a melhorarem, pois já pensam saber tudo. Parece coisa de "nasci católico e vou morrer católico". Agora imagine só os novos convertidos sendo ensinados por essas pessoas. A Bíblia passa a ser somente um paliativo. Não sabem discernir um texto narrativo de um texto doutrinário, e não querem aprender, pois "já sabem". Temos obreiros e obreiras que acham melhor jogar fora uma pessoa difícil do que cuidar dela. Tais obreiros não tem equilíbrio na Palavra de Deus. A falta de alicerçamento na Palavra de Deus não é substituída pela "espiritualidade" pessoal. Qualquer vento de doutrina, qualquer revelação nova, qualquer evangelho estranho, que não foi ensinado por Jesus, nem por Paulo, nem pelos escritores neo-testamentários, acabam sendo aceitos como vindo de "Deus". Não sabem falar, dentro da Palavra de Deus, sobre a salvação em Jesus.


Esses três tópicos, já OPRIMEM, já ATRIBULAM, e Paulo, inspirado por Deus, diz: "Fiz-me acaso vosso inimigo, dizendo a verdade?" (Gálatas 4.16). Não existe uma pretensão de apontar ou perseguir algum "ministério", mas de retratar algo que já oprimia Paulo, em sua época, e que me oprime. De repente, ironicamente falando, uma "oração forte" liberte a igreja dessa falta de base bíblica, ou de repente me liberte dessa "oprimissão", pois "me oprime cada dia o cuidado de todas as igrejas".


Pr. Charles Maciel Vieira, D.Th. 

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

A GRAMA SECA (PARTE 3)



Nesta terceira parte sobre os desafios da igreja, faço exposição da regra básica (uma das regras): "Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão" (Mt 18.15). Caso não houver audição que denote comunhão, então houve perda, ou seja, você perdeu. Não houve vitória ou edificação. Mais um machucado no "Corpo de Cristo" (que é a Igreja espiritual). Caso tudo esteja bem resolvido dentro da comunhão, então a igreja terá estrutura para atuar FORA dos muros. Imagina, neste exato momento, ou em um horário de reunião (culto) de sua igreja, entra 10 (dez) homossexuais (que foram convidados por alguém da igreja), e que querem mudança, querem, mesmo sem forças, encontrar a libertação, mudança, aconchego do Reino de Deus. Pois bem, ninguém dentro de sua igreja vai olhar para essas pessoas com ironia, pois não haverá olhar de nojo, deboche, piadinhas pelos cantos, mas toda a igreja estará mobilizada a cuidar dessas almas, tratar delas dentro da Palavra, mostrando o Amor de Deus, a Graça de Deus, a Eleição Divina, dentro de uma ética onde os próprios Pastores (as) estarão preparados numa Psicologia Pastoral, com conhecimento de distúrbios e questões emocionais, para poder dar aconselhamento pastoral e ajuda humana a essas pessoas que são todas almas, como qualquer outra alma. A esse cuidado nós chamamos de DISCIPULADO. Espero que discipuladores neste nível estejam prontos para os desafios e poderem dar uma "grama verde" para essas pré-"ovelhas" e não sejam mais entregadores de "GRAMA SECA". Grama seca todos podemos encontrar em cada esquina de nossos bairros e comunidades.





Pr. Charles Maciel Vieira, D.Th.

A GRAMA SECA (PARTE 2)



Continuando falando sobre os desafios atuais da Igreja, vemos um apoio muito grande em um "vinde" em oposição ao IDE que Jesus nos outorgou. Quando se faz o ide, estamos falando de sair de dentro das quatro paredes. Saindo de dentro das quatro paredes (dessa proteção cubícula), encontraremos somente gente "boa", que precisa do Evangelho genuíno de Jesus, onde toda "presepada" e palavras de ordem da igreja instituição não surtirão efeito algum nessas almas. Encontraremos, no dizer simbólico de Jesus: "coxos, cegos, mudos, aleijados, e outros muitos"(Mt 15.30); "Sai depressa pelas ruas e bairros da cidade, e traze aqui os pobres, e aleijados, e mancos e cegos" (Lc 14.21). O que tem a tradução atual: traficantes, viciados, lésbicas, homossexuais, emos, tribos urbanas, ciganos e etc. Não se pode fazer um IDE com estrutura necessária, enquanto houver dificuldades de convívio no coletivo cristão. Falarei mais sobre esse ultimo assunto.


Continua.



Pr. Charles Maciel Vieira, D.Th.

A GRAMA SECA (PARTE 1)



Temos desafios para a Igreja da atualidade. O primeiros desafios começam com os ministrantes da Palavra de Deus. Todos os que são direcionados a alimentar o povo com a Palavra de Deus, tem de dar uma "grama verde" para as "ovelhas". Toda santificação, vida com Deus, encontro com Deus, intimidade com Deus, é através da Palavra de Deus, e não de outro meio. Procure sempre ler na Bíblia se o que você aprendeu ou ouviu está de acordo com os textos doutrinários da Palavra de Deus, e se não estiverem, então é momento de mudar, para ter raiz em Deus, e não nos ensinamentos dos homens.

Continua.



Pr. Charles Maciel Vieira, D.Th.