quarta-feira, 4 de novembro de 2015

CULTURA BÍBLICA - HABITAÇÃO EM TENDAS


As tendas surgiram como uma alternativa às habitações que costumavam ser em cavernas cavadas em rochas. O inventor das tendas, Jabal viveu em tempos remotos, e, certamente descobriu que usando tendas podia ter maior mobilidade mudando de local, acompanhando o gado e montando sua "casa" sempre que fosse necessário. Descobriu que podia fazer tendas a partir do couro de animais e de tecidos (Gn 4.20). Com sua descoberta, os povos deixaram a residência fixa em cavernas e mudavam de área juntamente com o gado e o rebanho de ovelhas. 

Abraão era nômade, e mudava constantemente suas tendas conforme Deus lhe orientava e a necessidade de pasto verde para o rebanho (Gn 12; 13.2-12). Abraão estava sentado ao meio-dia à porta de sua tenda quando avistou três peregrinos. Hospedou-os sem saber que eram anjos (Gn 18.1).

Preparar material para tendas tornou-se na antiguidade uma profissão e os profissionais em fazer tenda existem até o dia de hoje. Paulo, Áquila e Priscila se tornaram sócios na arte de fabricar tendas (At 18.3). Na realidade o apóstolo trabalhava com couro.

Paulo era natural da Cilícia, região em que se produzia cilicium tecido feito com pelos de cabra. Possivelmente Paulo não era um curtidor de couro, como o Simão de Atos 10.6 e sim um artesão que utilizava esses materiais.

Muitas pessoas usavam as tendas ou barracas em sua vida de nômade. Ao que parece Agar, a escrava que Sara expulsou de casa, fixou residência no deserto, junto a uma fonte. Ali teria criado Ismael que viveu no deserto.

Para sobreviver certamente Agar negociava água com os caravaneiros que faziam sua rota pelo deserto. Em troca de água, negociava alimentos (Gn 21.19-21).



Fonte: CETADEB - Cultura Biblica, Pag.20

Nenhum comentário:

Postar um comentário