sábado, 28 de setembro de 2013

1REIS 11.1-13 SALOMÃO AFASTA-SE DE DEUS


1REIS 11.1-13 
SALOMÃO AFASTA-SE DE DEUS  

Salomão amou muitas mulheres estrangeiras. Além da filha do rei do Egito, ele casou com mulheres heteias e com mulheres dos países de Moabe, Amom, Edom e Sidom. Casou com elas, mesmo sabendo que o SENHOR Deus havia ordenado aos israelitas que não casassem com mulheres estrangeiras porque elas fariam com que os corações deles se voltassem para outros deuses. Salomão casou com setecentas princesas e também teve trezentas concubinas. Elas fizeram com que ele se afastasse de Deus e, quando ele já estava velho, fizeram com que o seu coração se voltasse para deuses estrangeiros. Ele não foi fiel ao SENHOR, seu Deus, como Davi, o seu pai, havia sido. Salomão adorou Astarote, a deusa de Sidom, e Moloque, o nojento deus de Amom. Ele pecou contra o SENHOR e não foi fiel a ele como Davi, o seu pai, havia sido. Na montanha que ficava a leste de Jerusalém, ele construiu um lugar para a adoração de Quemos, o nojento deus de Moabe, e um lugar para a adoração de Moloque, o nojento deus de Amom. Também construiu lugares de adoração, onde todas as suas mulheres estrangeiras queimavam incenso e ofereciam sacrifícios aos seus próprios deuses. O SENHOR, o Deus de Israel, havia aparecido a Salomão duas vezes e lhe havia ordenado que não adorasse deuses estrangeiros. Mesmo assim, Salomão não obedeceu ao SENHOR, mas afastou-se dele. Por isso, o SENHOR ficou muito irado com Salomão e disse: — Você quebrou a sua aliança comigo e desobedeceu aos meus mandamentos; por isso, eu vou tirar o reino de você e vou dá-lo a um dos seus oficiais. No entanto, por amor a Davi, o seu pai, eu não farei isso enquanto você estiver vivo, mas durante o reinado do seu filho. E não tomarei dele o reino inteiro, mas deixarei que ele fique com uma tribo, por causa do meu servo Davi e por causa de Jerusalém, que escolhi para ser a minha cidade.


Fonte: Sociedade Bíblica do Brasil

1REIS 10.1-13 A VISITA DA RAINHA DE SABÁ


1REIS 10.1-13 
A VISITA DA RAINHA DE SABÁ


A rainha de Sabá ouviu falar da fama de Salomão e foi até Jerusalém a fim de pô-lo à prova com perguntas difíceis. Ela chegou com um grande grupo de servidores e também com camelos carregados de especiarias, pedras preciosas e uma grande quantidade de ouro. Quando se encontrou com Salomão, ela lhe fez todas as perguntas que pôde imaginar. Ele respondeu a todas; não houve nenhuma que fosse difícil demais para ele responder. A rainha de Sabá ouviu a sabedoria de Salomão e viu o palácio que ele havia construído. Ela viu a comida que era servida na mesa dele, viu os apartamentos dos seus altos funcionários, a organização do pessoal que trabalhava no palácio e os uniformes que eles usavam. Viu os empregados que o serviam nas festas e os sacrifícios que ele oferecia no Templo. Isso tudo a deixou de boca aberta e muito admirada. Então ela disse ao rei Salomão: — Tudo aquilo que eu ouvi no meu país a respeito de você e da sua sabedoria é, de fato, verdade. Porém eu não pude acreditar até que vim e vi com os meus próprios olhos. Acontece que não tinham me contado nem a metade. A sua sabedoria e a sua riqueza são muito maiores do que ouvi dizer. Como são felizes as suas esposas! Que sorte têm os seus servidores, que estão sempre ao seu lado e têm o privilégio de ouvir os seus sábios provérbios! Bendito seja o SENHOR, seu Deus, que ficou tão contente com você, que o tornou rei de Israel! O amor dele por Israel é eterno; por isso, ele o tornou rei de Israel, para que você possa manter a lei e a justiça. Ela entregou ao rei os presentes que havia trazido: mais de quatro mil quilos de ouro e uma grande quantidade de especiarias e pedras preciosas. Nunca mais veio uma quantidade tão grande de especiarias como a que a rainha de Sabá deu a Salomão. (Os navios de Hirão, que haviam trazido ouro da terra de Ofir, também trouxeram de lá uma grande quantidade de madeira de sândalo e pedras preciosas. Salomão usou a madeira para fazer corrimãos para o Templo e para o palácio e também fez harpas e liras para os músicos. Foi a primeira vez que se viu essa madeira em Israel, e até hoje nunca mais se viu ali madeira igual àquela.) O rei Salomão deu à rainha de Sabá tudo o que ela quis e pediu, além de todos os outros presentes de costume. Então a rainha e os seus servidores voltaram para Sabá, a sua terra.


Fonte: Sociedade Bíblica do Brasil

PREGAÇÃO - O que fazer nos momentos de crise - Pr Cláudio Duarte

O que fazer nos momentos de crise - Pr Cláudio Duarte





Daniel Godri Palestra Motivacional


Daniel Godri Palestra Motivacional





quarta-feira, 25 de setembro de 2013

GOSPEL - Apocalipse 16 - Árvore de Bons Frutos - Pregador Luo


Apocalipse 16 - Árvore de Bons Frutos



Árvore de Bons Frutos é um DVD de Apocalipse 16.
Faixa do CD e DVD

# Título Duração

1. "Intro Vou Colher Sorrindo" 00:41
2. "Vou Colher Sorrindo" 07:04
3. "Alivio" 06:41
4. "Amor Incondicional" 03:47
5. "Aproveite a Festa" 03:52
6. "Fogo Cai" 06:24
7. "Último Dia" 06:31
8. "Já Posso Suportar" 09:23
9. "Bons Tempos" 05:57
10. "Intro - Evoluoção" 01:01
11. "Evoluoção" 03:48
12. "Bate Pesado" 04:54
13. "Música de Guerra" 03:51
14. "Vai Explodir" 05:10
15. "Eu Te Amo Tanto" 05:44
16. "Muita Treta" 04:31


terça-feira, 24 de setembro de 2013

OS LAVRADORES MAUS - MATEUS 21.33-41



Os lavradores maus 

MATEUS 21.33-41
Jesus disse: — Escutem outra parábola: certo agricultor fez uma plantação de uvas e pôs uma cerca em volta dela. Construiu um tanque para pisar as uvas e fazer vinho e construiu uma torre para o vigia. Em seguida, arrendou a plantação para alguns lavradores e foi viajar. Quando chegou o tempo da colheita, o dono mandou alguns empregados a fim de receber a parte dele. Mas os lavradores agarraram os empregados, bateram num, assassinaram outro e mataram ainda outro a pedradas. Aí o dono mandou mais empregados do que da primeira vez. E os lavradores fizeram a mesma coisa. Depois de tudo isso, ele mandou o seu próprio filho, pensando: "O meu filho eles vão respeitar." Mas, quando os lavradores viram o filho, disseram uns aos outros: "Este é o filho do dono; ele vai herdar a plantação. Vamos matá-lo, e a plantação será nossa." — Então agarraram o filho, e o jogaram para fora da plantação, e o mataram. Aí Jesus perguntou: — E agora, quando o dono da plantação voltar, o que é que ele vai fazer com aqueles lavradores? Eles responderam: — Com certeza ele vai matar aqueles lavradores maus e vai arrendar a plantação a outros. E estes lhe darão a parte da colheita no tempo certo. 


Fonte: SBB

Mulheres ganham espaço em igrejas evangélicas e se tornam essenciais para conquista de novos fiéis, diz revista


A ordenação de mulheres ao sacerdócio não é novidade no meio evangélico, e com o crescimento deste segmento religioso, cada vez mais a mídia tem estudado e investigado como funciona a estrutura hierárquica das igrejas.

A revista IstoÉ publicou matéria sobre a presença maciça das mulheres no altar como pastoras, e destacou que esse fato contribui para o crescimento numérico de fiéis.

A reportagem destacou as personagens brasileiras com maior destaque no meio evangélico, além de exemplos de mulheres com menor exposição midiática, mas igual trajetória.

Cristiane Cardoso, esposa do bispo Renato Cardoso e filha de Edir Macedo, escritora com mais de um milhão de exemplares vendidos, afirma que a mulher como sacerdotisa é fundamental: “Entendemos que a liderança da mulher é uma necessidade da igreja e vai muito além do título ou cargo que ela exerce. Temos pastoras consagradas no Brasil e ao redor do mundo”.

Rogério Rodrigues da Silva, pesquisador da Universidade de Brasília, comenta que o fator feminino foi o principal ingrediente da receita de crescimento da Igreja Renascer em Cristo. De acordo com Silva, a bispa Sonia Hernandes é quem atrai multidões para a denominação liderada pelo marido, Estevam Hernandes: “Sem o viés feminino que Sonia trouxe à igreja, por certo a denominação não teria tido tanto avanço como houve no Brasil, sobretudo em São Paulo”, pontua o pesquisador.

Importantes denominações históricas do protestantismo no Brasil, como a Assembleia de Deus, também tem aberto espaço para as mulheres em funções pastorais. “Já não dá mais para negar a importância da mulher dentro das nossas igrejas. Eu não tenho o direito de negar a elas a prerrogativa de exercerem essa liderança”, diz Samuel Ferreira, pastor da Assembleia de Deus do Brás, que consagrou recentemente duas mulheres evangelistas.

Segundo bispo Hermes C. Fernandes, “uma liderança feminina dá credibilidade. Mulher não é vista como exploradora da fé, como ocorre com os homens”, afirma o líder da Igreja Reina.

Margarida Ribeiro, 48 anos, reverenda da Igreja Metodista, conta que estudou teologia seis anos antes de ser ordenada ao cargo. Hoje, com 27 anos de pastorado, já dirigiu 20 igrejas e enfrentou desconfiança: “[Quando ia pregar, perguntavam] ‘Você quem vai fazer o culto? Onde está o seu pai ou marido?’”.

A pastora Sarah Sheeva, criadora do Culto das Princesas, afirma que o preconceito ainda existe: “Pessoas ficam com um pé atrás quando chego. Pensam: ‘Mas é essa jovem que vai trazer a palavra, ministrar um congresso?’. Temos de nos esforçar duas vezes mais para ganhar a confiança”, diz a filha da cantora Baby do Brasil.

Ana Paula Valadão, 37 anos, pastora e cantora, vê na música gospel o grande trunfo das mulheres na conquista de espaço: “O movimento gospel colocou não somente homens, mas também mulheres em evidência. Algumas cantoras começaram a se destacar nos grupos de louvor e um dos desdobramentos disso foi o reconhecimento da capacidade que a mulher tem para exercer a função de liderança, inclusive em outras frentes”, resume Ana, usando sua história pessoal como exemplo.


Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Cláudio Duarte - Cerveja ZERO, é pecado tomar?



Pastor Cláudio Duarte tira sua dúvida quanto ser ou não ser pecado tomar a cerveja Zero que tem caído na boca de muito crente.



O pecado de Acã e o vale da Desgraça



Josué 7.16-26
O pecado de Acã e o vale da Desgraça


Então Josué se levantou de madrugada e fez o povo de Israel se apresentar, tribo por tribo. O sorteio indicou a tribo de Judá. Em seguida mandou que se apresentassem os grupos de famílias da tribo de Judá, e o grupo de Zera foi indicado. Aí chamou o grupo de Zera, família por família; e a família de Zabdi foi indicada. Finalmente chamou a família de Zabdi, homem por homem, e Acã foi indicado. Acã era filho de Carmi, descendente de Zabdi, descendente de Zera, da tribo de Judá.

E Josué disse a Acã:
— Agora, meu filho, confesse a verdade diante do SENHOR, o Deus de Israel. Conte-me o que você fez; não procure esconder nada.

Acã respondeu:
— Sim, eu pequei contra o SENHOR, o Deus de Israel. Vou contar o que fiz. Entre as coisas que pegamos, vi uma bela capa da Babilônia; vi também duzentas barras de prata e uma barra de ouro que pesava mais ou menos meio quilo. Fiquei com tanta vontade de ter aquelas coisas, que guardei para mim. Estão escondidas, enterradas na minha barraca, e a prata está por baixo.
Então Josué mandou que alguns homens fossem depressa até a barraca; e eles, de fato, acharam as coisas enterradas e a prata por baixo. Tiraram as coisas da barraca, e levaram a Josué e a todos os israelitas, e puseram tudo na presença de Deus, o SENHOR. Aí Josué e todo o povo de Israel pegaram Acã, a prata, a capa, a barra de ouro, os seus filhos e filhas, os seus bois, jumentos, ovelhas, a sua barraca e tudo o que ele tinha e os levaram para o vale da Desgraça. E Josué disse:
— Por que é que você fez essa desgraça cair sobre nós? Agora o SENHOR Deus vai fazer a desgraça cair sobre você!

Em seguida o povo todo matou Acã a pedradas. Eles apedrejaram e queimaram a sua família e tudo o que ele tinha. E puseram em cima dele um montão de pedras, que está naquele lugar até agora. É por isso que até hoje o nome daquele lugar é vale da Desgraça.
Então a ira do SENHOR passou.

Fonte: SBB

O pecado de Acã e a ira de Deus



Josué 7.1-9
O pecado de Acã e a ira de Deus

 Deus havia ordenado ao povo de Israel que ninguém guardasse nada do que era para ser destruído, mas a ordem foi desobedecida. Acã escondeu algumas coisas, e por isso o SENHOR ficou muito irado com os israelitas. Acã era filho de Carmi, descendente de Zabdi e descendente de Zera, da tribo de Judá. Josué enviou alguns homens da cidade de Jericó até Ai, cidade que fica a leste de Betel, perto de Bete-Avém. Ele mandou que fossem ver a terra. Eles foram e examinaram bem a cidade. Então voltaram e deram a Josué o seguinte relatório: — Não é preciso que todo mundo vá. Mande só dois ou três mil homens atacarem Ai porque existe pouca gente lá. Assim foram mais ou menos três mil. Porém os homens de Ai fizeram os israelitas recuarem e mataram uns trinta e seis. E eles perseguiram os israelitas desde o portão da cidade até as pedreiras, matando-os na descida. Então o povo ficou completamente desanimado e perdeu toda a coragem. Em sinal de tristeza, Josué rasgou a sua roupa e se jogou no chão, com o rosto em terra, na frente da arca da aliança de Deus, o SENHOR. Os líderes de Israel fizeram a mesma coisa e ficaram ali com Josué até de tarde. E fizeram como ele: também jogaram terra na cabeça para mostrar que estavam tristes. E Josué disse: — Ó SENHOR, meu Deus! Afinal de contas, por que fizeste este povo atravessar o rio Jordão? Foi para nos entregares aos amorreus, e eles nos matarem? Por que não ficamos do outro lado do Jordão? Senhor, peço desculpas, mas já que Israel fugiu do inimigo, o que posso dizer? Os cananeus e todos os outros moradores desta terra vão saber disso. Eles nos cercarão e nos matarão a todos. E neste caso o que farás em favor do teu grande nome?

Fonte: SBB

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Estudo oficial aponta existência de 370 mil usuários de crack no país



Brasília, 19 set (EFE).- O Brasil possui pelo menos 370 mil usuários de crack, uma droga elaborada a partir de resíduos de cocaína e que se estendeu por todas as regiões do país, principalmente na região nordeste, segundo um estudo oficial apresentado nesta quinta-feira.

O relatório, elaborado em conjunto pela Secretaria Nacional Antidrogas e pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), vinculada ao Ministério da Saúde, também apontou que 14% dos viciados em crack têm menos de 18 anos.
De acordo com o estudo, 78,7% dos usuários são homens, solteiros, com uma idade média de 30 anos e, em sua grande maioria, negros, pardos ou indígenas pertencentes às classes mais pobres.
O estudo revelou que 78,9% dos viciados desejam ser submetido a algum tipo de tratamento, embora só 20% tenham procurado centros de saúde em busca de ajuda.
"São dados que mostram que devemos ter uma total preocupação com este tema", afirmou o titular da Secretaria Nacional Antidrogas, Vitore Maximiano, ao apresentar o estudo.
O secretário nacional explicou que um dos dados mais "surpreendentes" é o que aponta que 40% dos usuários de crack se encontram no nordeste do país, região que, até então, estava entre as zonas com menor incidência de uso de drogas.O estudo atribui a forte presença do crack nessa região ao baixo custo dessa droga, que é muito mais barata que a cocaína e outros entorpecentes e, portanto, se torna mais acessível aos mais pobres.

Para a elaboração do estudo, realizado entre março e dezembro do último ano, 25 mil pessoas de todo o país foram entrevistadas, as quais eram questionadas sobre diversos assuntos relacionados às drogas, relações familiares e entorno social. EFE

Fonte: http://br.noticias.yahoo.com/estudo-oficial-aponta-exist%C3%AAncia-370-mil-usu%C3%A1rios-crack-163510463.html

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Papa Francisco volta a afirmar que ateus não precisam crer em Deus para serem salvos: “A misericórdia de Deus não tem limites”


O papa Francisco havia afirmado, meses atrás, que ateus poderiam ser salvos mesmo não crendo em Deus, se eles seguissem suas consciências na conduta de vida. Dias depois, a Igreja Católica divulgou um comunicado contrariando as declarações de seu pontífice.

Agora, a imprensa mundial volta a noticiar que o papa escreveu uma carta aberta direcionada ao fundador do jornal La Repubblica, Eugenio Scalfari, voltando a afirmar que os não crentes seriam perdoados por Deus, caso seguissem suas consciências.

A iniciativa do papa em escrever foi no sentido de responder uma lista de perguntas feitas e publicadas por Scalfari – que não é católico – em seu jornal.

“Você me pergunta se o Deus dos cristãos perdoa aqueles que não acreditam e que não buscam a fé. Gostaria de começar por dizer – e isso é o fundamental – que a misericórdia de Deus não tem limites, se você for a Ele com um coração sincero e contrito. O problema para aqueles que não acreditam em Deus é obedecer a sua consciência. O pecado, mesmo para aqueles que não têm fé, existe quando as pessoas desobedecem a sua consciência”, escreveu o papa Francisco.

A tréplica de Scalfari foi, em síntese, um único comentário de elogio ao papa: “Mais uma prova de sua capacidade e vontade de superar os obstáculos no diálogo com todos”, afirmou, referindo-se à postura de humildade do pontífice.

Robert Mickens, correspondente no Vaticano do jornal católico The Tablet, afirmou que o discurso do papa é uma tentativa de transformar a imagem da Igreja Católica, que é estigmatizada e vista como conservadora extrema. “Francisco é um conservador. Mas isso tudo significa que ele tenta ter um diálogo mais significativo com o mundo”, afirmou Mickens, em entrevista ao jornal The Independent.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br/

Pastor Marco Feliciano abre debate sobre trabalhos missionários em aldeias indígenas



Os trabalhos missionários desenvolvidos por igrejas cristãs em aldeias indígenas será o próximo tema de debate na Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM), presidida pelo pastor Marco Feliciano (PSC-SP).

O assunto foi levantado pelo deputado federal Pastor Eurico (PSB-PE), que se queixou da burocracia e impedimentos para que as denominações que sustentam trabalhos missionários voltado aos índios prossigam com suas atividades.

“Entidades governamentais têm impedido a continuidade do trabalho de missões religiosas, especialmente as católicas e evangélicas, nas comunidades indígenas”, afirmou Eurico.

Segundo o site da revista Carta Capital, o Pastor Eurico teria solicitado que a CDHM desse atenção para o impasse: “Cabe a esta comissão debater a melhor forma de participação dessas instituições religiosas em detrimento do que permite a legislação brasileira sobre o tema”.

O debate foi acolhido pelo presidente da CDHM, Marco Feliciano, e deverá ser discutido com mais afinco nas próximas reuniões da comissão.

Na última quarta-feira, 11 de setembro, a presidente da Fundação Nacional do Índio (FUNAI), Maria Augusta Assirati, esteve na CDHM ao lado de membros do Conselho Indigenista Missionário (CIMI), do Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas (CONPLEI) e da Associação Brasileira de Missões (AMTB).

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br/

Trio de adolescentes exorcistas diz que magia dos livros de Harry Potter vem de satanás



O trio de adolescentes exorcistas que vem atraindo a atenção da mídia por suas turnês ao lado do reverendo Bob Larson voltaram a chamar a atenção por suas declarações. Desta vez, o alvo foi o personagem Harry Potter, que protagoniza uma saga nos livros escritos por J. K. Rowling e foi adaptado para os cinemas.

Em Londres, onde gravaram depoimentos para o documentário “Teen Exorcists”, produzido pela BBC, o trio de adolescentes formado por Brynne Larson, 18 anos, Tess Sherkenback, 18, e sua irmã, Savannah, 21 anos, afirmou que a capital da Inglaterra é um “centro de bruxaria”.

Segundo as jovens, Londres teria sofrido um grande aumento de atividades de ocultismo depois do surgimento de Harry Potter. “Eu acho que a cidade tem sido assim por séculos, mas eu acredito que todo chegou ao auge, ao pico, com os livros de Harry Potter, e moda que varreu toda a Inglaterra”, disse Savannah.

A irmã de Savannah, Tess, seguiu o mesmo discurso: “As magias e as coisas que você está lendo nos livros de Harry Potter não são apenas algo que são ficção – essas são magias reais. Essas são coisas que vieram de livros de bruxaria”.

Brynne ponderou que o fato de o bruxo das histórias de J. K. Rowling usar a magia de maneira supostamente inofensiva esconde a verdade das pessoas: “Harry usa esta magia para o bem. Portanto, temos aqui a ideia perigosa que você pode usar esta magia para o bem ou o mal. Considerando que, na realidade, toda a magia é ruim, porque você está recebendo o seu poder de satanás”, disse.

Segundo o Huffington Post, as três jovens afirmaram que prometeram nunca ler os livros de Harry Potter, e que esperam ajudar adolescentes do Reino Unido se defender do “convite de satanás para possuí-las recitando os feitiços dos livros”.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br/

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Evangélica, a ex-Tiazinha, Suzana Alves, prega em congresso de adolescentes


A ex-modelo Suzana Alves, que ficou conhecida nacionalmente como a mascarada Tiazinha, no extinto programa “H”, se converteu e está pregando em igrejas evangélicas, dando seu testemunho de vida e fé. No último fim de semana sua participação em um congresso de adolescentes, onde teria foi listada como uma das preletoras, chamou a atenção da imprensa.

Atualmente casada com o ex-tenista Flávio Saretta, Suzana Alves teria pregado em um evento que aconteceu na Igreja Batista de Tambuá, em João Pessoa. Após o evento, a ex-modelo recebeu várias mensagens no Twitter, sobre seu testemunho.

- Seu testemunho mudou minha vida!!!! Agradeço muito a Deus e a você!!!! Deus te abençoe grandemente – escreveu uma seguidora de Suzana Alves, segundo o site Extra.

- Muito bom a sua presença conosco, amiga!! Seu testemunho rendeu frutos eternos! – afirmou outra internauta.

Suzana também publicou no Twitter uma foto da igreja onde esteve, com a legenda “Amor ao extremo: Jesus”, referindo-se ao nome do evento. Em seu perfil na rede social, a ex-modelo se apresenta como uma “serva de Cristo, aprendiz do seu amor”.

A conversão ao evangelho seria o motivo da mudança no estilo de vida de Suzana, que tem preferido se manter no anonimato nos últimos anos. Conhecida na década de 1990 por suas performances sensuais como Tiazinha, e por ter estampada a capa da revista Playboy, Suzana Alves é hoje proprietária de um centro de pilates, e se mantém longe da fama.

Veja o cartaz do evento:


Por Dan Martins, para o Gospel+

Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br/

Pastor Marco Feliciano ironiza denúncias de corrupção contra o Psol de Jean Wyllys: “Me perseguiram e agora foram denunciados por desvio de verbas”


Uma denúncia de corrupção e crime eleitoral supostamente praticados pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), legenda que abriga o deputado federal Jean Wyllys, foi tema de uma publicação do pastor Marco Feliciano (PSC-SP) em seu perfil no Twitter.

Feliciano ironizou o fato de que o partido é um de seus principais opositores na Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) e agora, está envolto em denúncias de corrupção: “Fiquei sabendo hoje que um dos partidos que mais me perseguiram e que encarnam o moral aqui na Câmara foi denunciado por desvio de verbas de uma ONG. Usaram o dinheiro da ONG para fazerem a campanha dos seus deputados. E pasmem a denuncia foi feita por uma parlamentar deste mesmo partido”, publicou o pastor.

A fala de Feliciano foi comentada pelo pastor assembleiano Abner Ferreira, em tom de ironia: “Marco Feliciano, tem notícias do mensalão do PSOL? O PSOL virou PSIU… Ninguém comenta nada… rsrs”.

A denúncia foi tema de reportagem do Jornal Nacional, que ouviu o deputado Jean Wyllys, citado nas investigações como um dos beneficiados pelo esquema de boca de urna supostamente montado pelo partido nas eleições de 2010. O ex-BBB negou que tivesse conhecimento do caso: “Não tinha conhecimento disso. Para mim, esta referência à boca de urna é uma novidade”.

O desvio

A principal acusada do esquema de corrupção é a deputada estadual Janira Rocha, presidente estadual do PSOL no Rio de Janeiro e líder da bancada do partido na Assembleia Legislativa (Alerj). Gravações feitas durante reuniões da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho e Previdência Social (Sindsprev) mostram a deputada admitindo que se beneficiou de um esquema de caixa dois com o desvio de dinheiro do sindicato.

No áudio obtido pela Polícia, Janira demonstra preocupação com a possibilidade de vazar um documento que a comprometesse: “Qual é o problema? Todo mundo sabe que foi dinheiro para minha campanha, o problema é que tem um documento, em papel timbrado, de uma regional do sindicato, de uma dirigente do sindicato, dizendo, entendeu? Que o dinheiro do sindicato foi para a minha campanha. A gente pode botar no relatório que o dinheiro foi para atividades políticas, mobilizadoras. Não pode dizer que foi para a construção de PSOL, foi para a disputa, para eleger deputado. Isso não pode, isso é crime”, diz a deputada.

Numa entrevista à TV Globo, Janira se negou a comentar as acusações: “Eu não tenho nada a temer. Eu não tive ainda acesso ao dossiê. Eu não vi. Eu não sei do que está dito dentro, a não ser as questões que estão colocadas na imprensa. Eu acho que as gravações refletem uma determinada conjuntura, reflete um debate em que eu estava fazendo, uma discussão que eu estava fazendo – inclusive publicamente”.

“Psol é um PT mixuruca”

Um dos principais críticos aos partidos de esquerda no Brasil, o jornalista Reinaldo Azevedo, de Veja, publicou em sua coluna no site revista um artigo sobre o caso.

“Entre os papéis que compõem um dossiê elaborado por ex-assessores seus [de Janira Rocha], que tentaram extorqui-la, evidências de financiamento irregular de boca de urna das campanhas dos deputados federais Chico Alencar e Jean Wyllys. O primeiro chamou a coisa de ‘papelucho’, indignado, claro! O outro, num tom baixo e profundo, diz não saber de nada. O PSOL é o partido que comandou a invasão da Câmara de Vereadores do Rio porque, sabem como é, não suporta corrupção. Reitero: no partido, Janira é peixe graúdo”, pontuou o jornalista.

O ataque ao Psol foi reiterado pelo jornalista, que classificou o partido como “um PT mixuruca, com complexo de moralidade”, e afirmou que a aplicação da lei deve ser feita em sua íntegra: “Ela [Janira Rocha] recebeu doação ilegal, de maneira confessa e inequívoca, o que resulta, segundo a lei, em cassação de mandato. Mas não só ela. Também o registro do PSOL, se a lei for cumprida, tem de ser cassado”, escreveu Azevedo, citando o Inciso IV do o Artigo 31 da lei 9.096, que regulamenta a atuação dos partidos.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br/

Ladrão desiste de estupro após vítima recitar versículo de João 3:16 e orar por ele; Agressor foi morto pela polícia horas depois


Ladrão desiste de estupro após vítima recitar versículo de João 3:16 e orar por ele; Agressor foi morto pela polícia horas depois

Uma tentativa de estupro foi interrompida quando a mulher recitou a passagem de João 3:16 e orou pelo agressor, livrando-se assim do abuso sexual.

O caso aconteceu na Florida, Estados Unidos, e segundo a polícia, Charlie Christopher Bates foi morto horas depois numa perseguição policial.

A tentativa de estupro se deu quando Charlie invadiu o apartamento de sua vítima, e com uma arma, forçou-a a se despir e acariciá-lo. Quando ele estava prestes a consumar o ato, a vítima recitou um dos versículos mais conhecidos da Bíblia e passou a orar pelo agressor.

Segundo depoimento prestado pela vítima à Polícia, nesse momento o comportamento de Charlie mudou, e ele deu uma camisa para que ela se cobrisse. Logo depois, vítima e estuprador oraram juntos, e a mulher rasgou uma página da Bíblia e entregou a ele, antes de sua fuga.

A porta-voz da Polícia da cidade de Tampa, Laura McElroy, afirmou que “as orações provavelmente salvaram a vida da mulher”.

Quando a Polícia foi acionada, iniciou uma perseguição policial numa rodovia federal, que resultou na morte de Charlie, que foi atingido por tiros disparados pelos policiais.

Charlie vinha sendo procurado pelo estupro de outras quatro mulheres na Universidade do Sul da Flórida, localizada a poucos quilômetros do local onde ele morreu, além de outros crimes.

A curiosidade está no fato de que, segundo o Urban Christia News, Charlie já havia desistido de estuprar uma mulher num condomínio um mês atrás. Ele agiu de forma semelhante, invadindo o apartamento no condomínio fechado, tomando joias e o celular da vítima, e ameaçando estuprá-la. Quando a vítima começou a orar, Charlie fugiu.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br/

PREGAÇÃO - Características de Um Adorador. Silas Malafaia - Diário do Levita

PREGAÇÃO - Características de Um Adorador. Silas Malafaia - Diário do Levita





Fernandinho prega para ministros de louvor



Fernandinho prega para ministros de louvor




ROSANGELA MACEDO SOARES - ZANINHA - SAUDADES ETERNAS

NESTA SEGUNDA, DIA 09/09/2013, SEGUNDA-FEIRA ÀS 6 DA MANHÃ, PERDEMOS UMA IRMÃ.... SAUDADES ETERNAS.












Batida frontal deixa uma mulher morta na RJ-168 em Macaé, no RJ

Rosangela Macedo Soares, de 32 anos, não resistiu à batida frontal.
Carro seguia em direção a Córrego do Ouro e teria invadido outra pista.


Uma pessoa morreu em um acidente na manhã desta segunda-feira (9) na RJ-168 em Macaé, no interior do Rio. Rosangela Macedo Soares, de 32 anos, não resistiu à batida frontal entre o carro que ela dirigia e uma van. Segundo a polícia, o carro dela seguia em direção ao distrito de Córrego do Ouro quando teria invadido a pista contrária.
Com o impacto, os dois veículos caíram em um barranco. O Corpo do Bombeiros teve dificuldades para retirar o corpo da mulher de dentro do carro. O motorista da van, que estava sozinho e não se feriu.




PREGAÇÃO - PASTOR LUCINHO BARRETO - Experiências com Deus


Pr. Lucinho Barreto - Experiências com Deus



CORRENTE DE RETORNO DO MAR

ATENÇÃO!

obs.: Foi enviado por um amigo e achei prudente compartilhar.

Muito cuidado nas praias nessa época, todos nós já devemos ter visto e não estávamos cientes do perigo. Quando vierem as ondas e de repente no meio delas uma parte "flat" (veja setas na foto...), isso é uma corrente RIP a água esta a se mover na direção oposta. Mantenha-se afastado dessas áreas , não é uma área segura principalmente para estar com crianças. Se por acaso caírem na armadilha de serem apanhados nessa corrente é essencial manter a calma! Nadem PARALELAMENTE A COSTA E NÃO PARA A COSTA e assim conseguirão sair da água facilmente . Partilhem com seus amigos, vocês podem ajudar a salvar uma vida..
INFORMAÇÕES MAIS DETELHADAS:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Corrente_de_retorno



quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Policial da equipe que investigou pastor Marcos Pereira é coordenador de projeto do AfroReggae, revela jornal


Novos fatos que comprometem a investigação feita pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) contra o pastor Marcos Pereira, líder da Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD), foram revelados pelo jornal O Dia.

Um dos policiais que fazem parte da equipe do delegado Márcio Mendonça, titular da DCOD, é coordenador de um projeto social desenvolvido pelo AfroReggae, que tem como coordenador-geral José Júnior, o principal desafeto de Marcos Pereira.

O policial Roberto Chaves de Almeida, conhecido como Beto Chaves, coordena o Projeto Papo de Responsa desde 2009, época do lançamento. O projeto envolve a ministração de palestras em escolas públicas sempre em parceria de um policial e um ex-traficante que tenha sido ajudado pelo AfroReggae.

O jornal publicou a foto acima como prova da ligação do grupo de José Junior com Beto Chaves. Na imagem, aparecem o policial (de barba e cabelo comprido), o pastor Rogério Menezes (ex-braço direito de Marcos Pereira e funcionário do AfroReggae) e José Junior (de boné).

A matéria do jornalista João Antonio Barros classifica a proximidade dos envolvidos na acusação e investigação como “conflito de interesses”, e lança dúvidas sobre o fato de cinco das testemunhas de acusação contra o pastor Marcos Pereira serem funcionárias do AfroReggae.

O jornalista ainda questiona a forma como as investigações foram concluídas pelo delegado Mendonça: “O inquérito contra o pastor foi aberto em 2012 pela ex-diretora Valéria Aragão. Mas foi com Mendonça que, em apenas dois meses, foi finalizado a toque de caixa e sem que todas as diligências tivessem sido feitas, o que gerou suspeitas do advogado Silva Neto, defensor de Marcos Pereira”, escreve Barros em sua reportagem.

Disputa de verbas

O mesmo jornal chama atenção para o grande investimento feito nas comunidades carentes onde tanto Marcos Pereira quanto José Junior atuam. Segundo O Dia, a somatória de verbas públicas e privadas destinadas às áreas dos rivais chega a R$ 20 milhões por ano, e isso teria motivado a rixa entre os dois.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br/

Casal cristão forçado a fechar empresa após se recusar a prestar serviço a casal gay


Um casal de empreendedores cristãos, que haviam aberto uma confeitaria há pouco tempo e comemoravam uma taxa de crescimento acima de 50% em 2013 foi obrigado a fechar sua loja após se recusar a fazer um bolo de casamento para um casal de lésbicas.

A decisão de Aaron e Melissa Klein foi tomada a partir de seus princípios religiosos, e por isso, o caso se tornou manchete nos Estados Unidos.

A imprensa tem especulado se os empresários teriam violado a Lei Estadual de Igualdade, implementada em Oregon no ano de 2007. A legislação não permite que empresas neguem serviços a consumidores com base em sua orientação sexual. Há uma isenção para as organizações religiosas e escolas, mas empresas privadas não podem discriminar com base em orientação sexual, raça, sexo, idade, deficiência ou religião.

No entanto, o proprietário da loja rebate: “Discriminação é realmente a terminologia errada para o que aconteceu. Eu não quero ser uma parte de um casamento que eu acho que é errado”, argumentou Aaron Klein.

Uma das noivas prestou queixa junto a autoridade responsável por fiscalizar o cumprimento da Lei da Igualdade, e agora aguarda a resolução do caso. “Estamos empenhados em uma investigação justa e completa para determinar se há evidência substancial de discriminação ilegal”, disse o comissário Brad Avakian.

Enquanto isso, o casal proprietário da loja afirmou que a polêmica tem afetado os negócios, e o método de protesto dos que não concordam com a postura deles tem sido considerada “mafiosa”, segundo Aaron: “Há um monte de gente de mente fechada por aí que gostaria de fingir ser muito tolerante e só querem direitos iguais. Mas, por outro lado, eles têm sido muito, muito mesquinhos. Eles têm sido militantes. A melhor maneira que posso descrevê-los é que eles usaram táticas mafiosas contra nossa loja. Basicamente, se você presta serviço ou compra de nossa confeitaria, eles vão te boicotar”, declarou.

Segundo o Urban Christian News, o carro de entregas e as instalações da confeitaria foram invadidos e saqueados no último domingo, 01 de setembro, e a polícia local informou não ter pistas sobre os vândalos.

No Facebook, amigos do casal manifestaram solidariedade: “Eu sinto muito em ouvir isso. É muito frustrante que as pessoas façam tudo o que podem fazer contra só porque não concordam com um estilo de vida. Vou manter todos vocês em minhas orações. Não deixe que eles te abalem. Você vai sobreviver a esta e todas as outras provas através de sua fé. Deus te abençoe, Melissa”, escreveu uma mulher.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br/